A Série História das Paisagens



Esta série foi criada para preencher lacunas importantes sobre o conhecimento da Terra, de forma a valorizar e preservar os seus patrimônios naturais. Resgatar os últimos 500 milhões de anos (Ma), de uma evolução que remonta a 4,5 bilhões de anos (Ga), é crucial para o nosso entendimento, pois no final dessa longa história se desenvolveu grande parte das paisagens dos continentes e dos oceanos.
Tudo aconteceu por conta da formação gradual do mosaico de placas tectônicas que compõe a superfície do planeta, permitindo a criação de cenários preciosos, onde a fauna e a flora se diversificam e enriquecem as paisagens repletas de montanhas, vulcões, vales fluviais, lagos, mares, desertos, geleiras, cadeias mesoceânicas e fossas oceânicas.
Para alcançar a paisagem atual, a Terra viveu períodos muito quentes e áridos, quando se formaram extensos desertos, assim como períodos muito frios e secos, formando as capas de gelo que cobrem as regiões polares.
O planeta sempre foi dinâmico e os eventos nunca cessaram. Portanto, à medida que os oceanos antigos se fechavam, surgiam as cadeias de montanhas, frutos das colisões entre placas tectônicas. E foi dessa forma que, a partir de 130 Ma, começaram a formar-se as Montanhas Rochosas, os Andes, os Alpes e os Himalaias, onde se encontram os pontos mais altos das paisagens continentais ainda em constante transformação.
Com as sucessivas mudanças de paisagem, as extinções em massa de várias espécies de animais e plantas tomaram lugar de tempos em tempos, afetando diretamente a biodiversidade do planeta. Foram essas transformações, também, que promoveram a criação de novas espécies capazes de se adaptar às paisagens ao longo da escala geológica do tempo.
Nas Regiões Sul de Goiás, Sudoeste de Minas Gerais, Oeste de São Paulo, Leste do Mato Grosso do Sul, Oeste do Paraná, Nordeste da Argentina e Sul do Paraguai, onde se encontram a Serra da Canastra e a bacia hidrográfica do rio Paraná, existem registros geológicos e paleontológicos de todos esses momentos da história do nosso planeta, inclusive da extinção dos dinossauros.
Com apoio nos mais modernos procedimentos da comunicação visual, a Série História das Paisagens convida você a conhecer a Terra e seus patrimônios naturais. O conteúdo dessa primeira obra apresenta A Serra da Canastra e o Rio Paraná, destacando os cenários mais importantes dos últimos 500 Ma até 100 anos antes do presente (AP).

Temas dos próximos volumes


1. A Serra da Canastra e o Rio Paraná
2. A Serra da Mantiqueira, a Serra do Mar e o Atlântico Central
3. A Serra da Canastra e o Rio São Francisco
4. A Serra do Espinhaço e o Atlântico Central
5. A Serra Geral e o Atlântico Sul
6. O Andes Meridional, A Patagônia e o Atlântico Sul
7. O Pantanal, o Andes Central e o oceano Pacífico
8. O Planalto Central e os rios Xingú, Araguaia e Tocantins
9. O Andes Setentrional e a Calha do Solimões-Amazonas
10. O litoral noroeste da América do Sul, o Mar do Caribe, Andes Setentrional e as montanhas do noroeste da Amazônia
11. O Atlântico Equatorial, o litoral norte e os rios Tocantins e Amazonas
12. As serras do nordeste e o oceano Atlântico
13. O rio São Francisco, a Chapada Diamantina e o oceano Atlântico

Volumes Especiais


14. As montanhas e as bacias hidrográficas da regão sudeste
15. O oceano Atlântico, o oceano pacífico e o Mar do Caribe
16. Evolução ambiental da placa Sul-americana

Seja bem-vindo à história do nosso planeta!